Saudades: história de menina e moça
Free

Saudades: história de menina e moça

By Bernardim Ribeiro
Free
Book Description
Table of Contents
  • ADVERTENCIA
    • (DA 1.ª EDIÇÃO)
  • SAUDADES
    • (História de Menina e moça) DE BERNARDIM RIBEIRO
    • Capitulo I
      • Em que a donzela começa a sua historia
    • Em que a donzela começa a sua historia
    • Capitulo II
      • Em que a donzela vae prosseguindo a sua historia
    • Em que a donzela vae prosseguindo a sua historia
    • Capitulo III
      • Da conta que a dona dá á donzela de sua vinda áquela terra
    • Da conta que a dona dá á donzela de sua vinda áquela terra
    • Capitulo IV
      • Das palavras que a dona com a donzela passou
    • Das palavras que a dona com a donzela passou
    • Capitulo V
      • Do que Lamentor passou n'aquela parte onde foi aportar com a sua nau, e da batalha que teve com o cavaleiro da ponte e do que mais lhe sucedeu
    • Do que Lamentor passou n'aquela parte onde foi aportar com a sua nau, e da batalha que teve com o cavaleiro da ponte e do que mais lhe sucedeu
    • Capitulo VI
      • Em que se diz a razão por que o cavaleiro da ponte sustinha aquele passo, e de como sua irman ali veio ter
    • Em que se diz a razão por que o cavaleiro da ponte sustinha aquele passo, e de como sua irman ali veio ter
    • Capitulo VII
      • Como, depois de partida a irman do cavaleiro da ponte, por aprazer aquele lugar a Lamentor, ordenára fazer ali seu assento
    • Como, depois de partida a irman do cavaleiro da ponte, por aprazer aquele lugar a Lamentor, ordenára fazer ali seu assento
    • Capitulo VIII
      • De como a Belisa vieram em crescimento as dores do parto, e, parindo uma criança, faleceu
    • De como a Belisa vieram em crescimento as dores do parto, e, parindo uma criança, faleceu
    • Capitulo IX
      • Do pranto que Aonia fez pela morte de sua irman Belisa
    • Do pranto que Aonia fez pela morte de sua irman Belisa
    • Capitulo X
      • De como Narbindel, vindo a combater com o cavaleiro da ponte, vendo o pranto que se fazia na tenda de Lamentor, entrou dentro para o consolar
    • De como Narbindel, vindo a combater com o cavaleiro da ponte, vendo o pranto que se fazia na tenda de Lamentor, entrou dentro para o consolar
    • Capitulo XI
      • De como se deu sepultura ao corpo de Belisa, e do pranto que com êle fez Lamentor
    • De como se deu sepultura ao corpo de Belisa, e do pranto que com êle fez Lamentor
    • Capitulo XII
      • Do que sucedeu ao cavaleiro, que saiu da tenda, vencido do parecer e formosura da senhora Aonia
    • Do que sucedeu ao cavaleiro, que saiu da tenda, vencido do parecer e formosura da senhora Aonia
    • Capitulo XIII
      • Em que se diz quem fosse Cruelcia e do que o cavaleiro passou com seu escudeiro
    • Em que se diz quem fosse Cruelcia e do que o cavaleiro passou com seu escudeiro
    • Capitulo XIV
      • De como, partido o escudeiro do cavaleiro da tenda, entrou em pensamentos de como se separaria d'êle, e mudaria o nome
    • De como, partido o escudeiro do cavaleiro da tenda, entrou em pensamentos de como se separaria d'êle, e mudaria o nome
    • Capitulo XV
      • De como Bimnarder soube de um servidor de Lamentor que este ordenava fazer ali uns paços e do mais que lhe aconteceu com a sombra que lhe apareceu
    • De como Bimnarder soube de um servidor de Lamentor que este ordenava fazer ali uns paços e do mais que lhe aconteceu com a sombra que lhe apareceu
    • Capitulo XVI
      • De como, estando Bimnarder muito pensativo no que faria, viu de subito vir o seu cavalo fugindo d'uns lobos que o queriam matar
    • De como, estando Bimnarder muito pensativo no que faria, viu de subito vir o seu cavalo fugindo d'uns lobos que o queriam matar
    • Capitulo XVII
      • De como Bimnarder assentou vivenda com o maioral do gado, e do que a donzela passou com a dona em sua historia
    • De como Bimnarder assentou vivenda com o maioral do gado, e do que a donzela passou com a dona em sua historia
    • Capitulo XVIII
      • Em que a ama dá razão á donzela da cantiga de Bimnarder
    • Em que a ama dá razão á donzela da cantiga de Bimnarder
    • Capitulo XIX
      • De como conta a ama á senhora Aonia o que vira fazer ao pastor acabada a cantiga
    • De como conta a ama á senhora Aonia o que vira fazer ao pastor acabada a cantiga
    • Capitulo XX
      • Da peleja que o touro do pastor teve com outro alheio e de como o matou; a qual Aonia estava vendo do eirado
    • Da peleja que o touro do pastor teve com outro alheio e de como o matou; a qual Aonia estava vendo do eirado
    • Capitulo XXI
      • De que maneira Bimnarder se viu com Aonia
    • De que maneira Bimnarder se viu com Aonia
    • Capitulo XXII
      • De como Bimnarder, estando na fresta da camara de Aonia, se pôs devagar a ouvir a ama
    • De como Bimnarder, estando na fresta da camara de Aonia, se pôs devagar a ouvir a ama
    • Capitulo XXIII
      • Do singular conselho que deu a ama á senhora Aonia pelo que suspeitou dos seus amores
    • Do singular conselho que deu a ama á senhora Aonia pelo que suspeitou dos seus amores
    • Capitulo XXIV
      • Em que se conta o mais que a ama passou com a senhora Aonia ácerca de Bimnarder
    • Em que se conta o mais que a ama passou com a senhora Aonia ácerca de Bimnarder
    • Capitulo XXV
      • De como Bimnarder, pela fresta do aposento de Aonia, lhe falou
    • De como Bimnarder, pela fresta do aposento de Aonia, lhe falou
    • Capitulo XXVI
      • De como Bimnarder, estando na fresta de Aonia, adormeceu, e se lhe foram, por sonho, os pès, e caiu
    • De como Bimnarder, estando na fresta de Aonia, adormeceu, e se lhe foram, por sonho, os pès, e caiu
    • Capitulo XXVII
      • De como a ama, sentindo de noite o estrondo da queda, o que sobre isto fez quando foi manhan
    • De como a ama, sentindo de noite o estrondo da queda, o que sobre isto fez quando foi manhan
    • Capitulo XXVIII
      • De como, estando da queda Bimnarder muito doente, Aonia buscou maneira por onde o fosse visitar
    • De como, estando da queda Bimnarder muito doente, Aonia buscou maneira por onde o fosse visitar
    • Capitulo XXIX
      • De como Lamentor casou Aonia com o filho de um cavaleiro seu comarcão, e do que Enis aconselhou a Aonia que fizesse
    • De como Lamentor casou Aonia com o filho de um cavaleiro seu comarcão, e do que Enis aconselhou a Aonia que fizesse
    • Capitulo XXX
      • De como Fileno, o marido de Aonia, desejoso de a ter em seu poder, a levou de casa de Lamentor muito acompanhada
    • De como Fileno, o marido de Aonia, desejoso de a ter em seu poder, a levou de casa de Lamentor muito acompanhada
    • Capitulo XXXI
      • Em que se diz a grande dor que sentiu Aonia em seu casamento
    • Em que se diz a grande dor que sentiu Aonia em seu casamento
    • INDICE
    You May Also Like
    Also Available On
    Categories
    Curated Lists